Naruto Dimension


Naruto Dimension, o melhor forum da atualidade!
 
InícioPortalBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-seFAQ

Compartilhe | 
 

 [RD] Seikyo

Ir em baixo 
AutorMensagem
Seikyo
Genin - Suna
Genin - Suna
avatar

Função : JOGADOR
Mensagens : 52
Pontos por atividade. : 78
Reputação : 0

Ficha Shinobi
HP:
450/450  (450/450)
Chakra:
400/400  (400/400)
[NPC] Experiência:
0/0  (0/0)

MensagemAssunto: [RD] Seikyo   8th Maio 2017, 2:30 pm


CAÇA AOS SERVOS, 公務員狩り

Eu existo? Eu não tenho estrutura emocional para existir. Sinto-me aprisionado à doença que me controla e faz de mim o que sou. Eu não podia estar com outra pessoa sem ter a vontade de matá-la. Seria isso uma emoção? Um desejo? Talvez. Contudo, conseguiam-me controlar apenas ordenando que eu não a matasse e eu não matava. Eu era uma pequena máquina de guerra, afinal e para melhorar a situação, eu não morria. Então eles podiam-me usar como quisessem. Era isso bom? Eu não sabia como impedi-los a não ser que os matasse. Mas tinham-me mandado não o fazer, então eu não o podia fazer. Tinham-me dito que quebrar as regras não era bom, Jashin aceitaria isso? Talvez, desde que eu continuasse a cumprir com os meus deveres de seguidor. Eu só queria estar sozinho, que me deixassem matar. Se mo deixassem fazer, ora, eu estaria satisfeito. Seria isso outra emoção? Talvez. De fato, desde que tinha chegado à vila tinha começado a ver as coisas da outra forma. Comecei a perceber que as pessoas podiam viver juntas sem se matarem, mas eu sentia que elas tinham que morrer por algum motivo. Para além disso, sempre se concentravam em um lugar chato, sempre formando um grupo enorme que dificultava a passagem de outras pessoas. Como eles chamavam a isso mesmo? Ah, multidões. Odiava isso. Só me apetecia pegar na minha arma e decapitá-los a todos. Ódio? Era isso uma emoção. Que saco.

Estava num lugar ao qual eles disseram que seria a minha casa. Era apenas um quarto, tinha uma cama e uma casa de banho. Continuava a preferir as tendas em que passei muitas noites e a dormir no meio da floresta. Seria difícil habituar-me aquilo. Todos as manhãs um homem chegava lá para mudar os lençóis e limpar o quarto, mas ele parecia assustar-se quando eu olhava para ele. Por quê? Será que ele era contra Jashin? Se assim fosse, ele devia morrer. Contudo, ele sempre voltava quando eu saía para fazer o seu trabalho. Porém, hoje voltei mais cedo. Abriu apenas um bocadinho a porta, o suficiente para que um pequeno pergaminho passasse e o deixou cair para dentro do quarto. Ele tinha medo de mim e eu não sabia sequer o que isso era. Enfim, levantei-me e peguei o pergaminho. Era uma missão, finalmente uma missão. Tinha chegado na vila há meses e também me formado há meses e nunca me tinham entregue uma missão. Parece que seria desta vez e seria uma ótimo missão para mim. Simples, mas teria que matar. Matar cervos. Tinha que ir à propriedade da família de médicos e caçar uns servos por lá, ia ser muito bom ver o sangue do pescoço a salta. Senti logo uma sensação de aperto no estômago e o meu coração a bater mais depressa, o que era isto? Que saco. Precisava ignorar e continuar.

Era um grande terreno, sem dúvida. Talvez umas dezenas de hectares com alguns arbustos e árvores que cobriam a localização dos cervos. Era fora da vila, aliás, bem longe dela, era até depois do deserto. Ninguém conseguiria criar cervos naquele clima severo da vila. Entrei pela floresta dentro, já com a minha Sanjin no Ōgama na mão pronta para arrancar a cabeça dos cervos. Afinal, eles precisavam dos chifres e era na cabeça que eles estavam. Subi para cima das árvores e movi-me sem fazer barulho, algo que não era muito difícil naqueles ramos centenários. Contudo, existiam muitos cervos por ali, inclusive, estava um mesmo em baixo de mim. Devia ser uma adulto, pois até que era bem grande. Fiz a minha arma descer com velocidade para que ficasse cravada no pescoço do cervo. Caí logo morto no chão. O primeiro já estava, foi só descer da árvore e cortar o resto com a minha lança retratável. Tinha então o primeiro par de chifres. Procurei então outro, mas o cervo fez algum barulho ao morrer, talvez tenha espantado os outros ou sido uma forma de os avisar daquilo. Caminhei e saltei de árvore em árvore por mais um tempo, os servos iam aparecendo e sumindo. Consegui mais três pares de chifres, mais um e levava dez chifres para a casa dos médicos, isso seria o suficiente, certamente. Então um deles apareceu a correr talvez uns dez metros atrás de mim, parecia estar a aproximar-se, mas mal me visse ele afastaria. Subi para a árvore e esperei que ele continuasse. No momento certo, baixei com força a minha arma de lança tripla e rasguei a cabela dele ao meio. Ficou completamente separada da outra parte. Sentia algo da aquilo, mas não sabia o que era e continuava sem revelar qualquer emoção. Agarrei em tudo e levei até à porta da casa dos médicos. Logo estaria de volta à vila, pronto para fazer algo assim novamente.

Status

Chakra — 450

Armas Básicas

Kunai — 5
Shuriken — 10
Senbon — 15
Makibishi — 5
Kemuridama — 2
Bomba de Luz — 1
Kibaku Fuuda — 5
Makimono — 3
Fios de Aço — 20 metros

Armas:
 




FP | MF | B | LT | LA | CJ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Awashi
Sannin - Konoha
Sannin - Konoha
avatar

Função : ADMINISTRADOR
Mensagens : 3380
Pontos por atividade. : 3653
Reputação : 15

Ficha Shinobi
HP:
1400/1400  (1400/1400)
Chakra:
1300/1300  (1300/1300)
[NPC] Experiência:
0/0  (0/0)

MensagemAssunto: Re: [RD] Seikyo   8th Maio 2017, 2:50 pm

Ok.



-
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://dimensionnaruto.forumeiros.com/
Seikyo
Genin - Suna
Genin - Suna
avatar

Função : JOGADOR
Mensagens : 52
Pontos por atividade. : 78
Reputação : 0

Ficha Shinobi
HP:
450/450  (450/450)
Chakra:
400/400  (400/400)
[NPC] Experiência:
0/0  (0/0)

MensagemAssunto: Re: [RD] Seikyo   8th Maio 2017, 3:31 pm


REFORMAS DA VILA, 村の改革

Caminhar aquele deserto todo até à vila outra vez não foi nada. Logo para mim, o insensível, o sem emoções. Ainda nem sequer tinha entrado e um ninja já se aproximava de mim para me dar ordens. Outra missão, ajudar nas reformas da vila. Devia ajudar a transportar os materiais, provavelmente a descarregar uns camiões também. Não parecia complicado, complicado seria controlar a minha vontade de os matar a todos. O melhor seria não pensar em nada ou pensar que quanto mais rápido acabasse a missão, mais rápido eu saía de lá. Assim foi, enquanto eu entrava vila dentro, uns camiões pareciam estar a movimentar-se com algum material. Parecia ser sacos de cimento, areia, algumas máquinas e até andaimes. Eram cerca de meia dúzia, ainda demoraria para terminar, mas depois disso o meu treinamento ficaria feito. Aproximei-me da construção, não sabia exactamente o que aquilo seria, mas não queria saber. As ordens que receberam era para ajudar a transportar os materiais, então seria o que eu faria. Ai daquele que me dissesse alguma coisa, pois possivelmente a minha arma aguentaria levar com mais um pouco de sangue. Quando vi o homem abrir a parte de trás do camião, senti que estava na hora de começar. O camião estava cheio, agarrei logo num saco de cimento e levei-o para onde os trabalhadores me pediram, abri-o e despejei-lo para onde eles disseram. Foi assim uma vez, duas vezes, tão infinitas vezes quanto a minha vida.

Logo após isso, outro camião se manobrou para ser descarregado. Desta vez era uns tijolos. Mais uma vez, fui o primeiro a começar a descarregar, os trabalhadores pareciam até abrir a passagem para mim. Será que eles também tinham medo de mim? Talvez, mas porquê? O que importava isso, afinal? O que Jashin queria, era o que eu queria. Só ele me importava e só os desejos dele me importavam. Continuei a descarregar com o resto dos homens, éramos muitos a descarregar então cada camião era mais rápido que o outro. Os tijolos colocamos todos juntos e direitinhos numa palete, de forma a que não caíssem. Assim terminamos mais um camião. Logo veio outro, desta vez era máquinas e ia ter que carregá-las com outra pessoa. Que saco. Para além disso, era uma criança de nove anos, teria eu força para carregar aquilo? Quem sabe. Não sabia o nome da máquina que peguei, mas levantei-a com outro homem que devia ter problemas de nanismo, pois era pouco mais alto que eu e parecia velho. Foi mais fácil carregar aquilo para mim do que para ele, as pernas dele tremiam por todo o lado. Por quê? Mais uma questão à qual eu não sabia responder, nem queria. Continuei a fazer o que tinha a fazer, tentando desviar os meus pensamentos dos meus objectivos, assim é que deveria ser. Logo chegou outro camião e outro logo asseguir, foi uma pressinha para descarregá-lo. Recebi o meu pagamento pela ajuda quase após o término da descarga do último camião. Podia agora voltar para casa e refugiar-me lá, até que fosse novamente solicitado. Certamente, demoraria mais uns meses, mas eu esperava que não.

Status

Chakra — 450

Armas Básicas

Kunai — 5
Shuriken — 10
Senbon — 15
Makibishi — 5
Kemuridama — 2
Bomba de Luz — 1
Kibaku Fuuda — 5
Makimono — 3
Fios de Aço — 20 metros

Armas:
 




FP | MF | B | LT | LA | CJ
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
'Athos
Estudante da Academia
Estudante da Academia
avatar

Função : JOGADOR
Mensagens : 471
Pontos por atividade. : 496
Reputação : -29

Ficha Shinobi
HP:
1800/1800  (1800/1800)
Chakra:
2200/2200  (2200/2200)
[NPC] Experiência:
0/0  (0/0)

MensagemAssunto: Re: [RD] Seikyo   8th Maio 2017, 3:38 pm

Ok.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [RD] Seikyo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[RD] Seikyo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Naruto Dimension :: Sunagakure no Sato ::   :: Missões da Vila-
Ir para: